quinta-feira, 20 de julho de 2017

O HÁBITO DE JULGAR
Os seres humanos têm vários defeitos e um deles é julgar os outros. “Meu amigo, você julga os outros? Não importa quem você seja não tem desculpa de jeito nenhum. Porque, quando julga os outros e faz as mesmas coisas que eles fazem, você está condenando a você mesmo. Nós sabemos que Deus é justo quando condena os que fazem essas coisas. Mas você meu amigo, faz as mesmas coisas que condena nos outros! Você pensa que escapará do julgamento de Deus? Ou será que você despreza a grande bondade, a tolerância e a paciência de Deus? Você sabe muito bem que Ele é bom e que quer levá-lo a se arrepender. Mas o seu coração é duro e teimoso, e por isso você está aumentando ainda mais o castigo que vai sofrer no dia em que o castigo e os julgamentos justos de Deus forem revelados.” (ROMANOS 2 v. 1-5) 
Julgar é você avaliar a vida dos outros, é ter opiniões sobre como os outros vivem, como se vestem, como agem e sobre o que dizem. O ser humano tem a mania de observar e falar mal dos outros ou julgar em pensamento. Vê as notícias na televisão, lê nos jornais ou sabe dos acontecimentos nas ruas e sempre tem uma opinião para dar, sempre faz um julgamento se fulano agiu certo ou errado; se fulano se veste bem ou não, se está gordo ou magro, feio ou bonito. Não importa o que você veja ou que fique sabendo, não dê opiniões, pois não é da sua conta o que os outros fazem ou deixam de fazer. Viva sua vida irmão, e deixe que as pessoas vivam a vida delas da forma que elas quiserem. Pois você prestará contas dos seus erros e da sua língua a Deus. “Portanto, por que é que você condena seu irmão? E, você, por que despreza seu irmão? Pois todos nós estaremos diante de Deus para sermos julgados por Ele. Porque as Escrituras Sagradas dizem: ‘Juro pela Minha vida, diz o Senhor, que todos se ajoelharão diante de Mim e todos afirmarão que Eu sou Deus.’ ” (ROMANOS 14 v. 10-12) 
As pessoas são cheias de defeitos, mas só enxergam os defeitos das outras; cometem muitos erros, mas se acham no direito de apontar o erro das outras. As pessoas fazem essas coisas porque se acham melhores do que os outros e porque não conhecem a Deus. Pois quem conhece o Todo-Poderoso sabe que Ele não se agrada disso.
Por mais bárbaro que seja o crime de alguém você não tem o direito de julgá-lo, pois todos nós estamos sujeitos ao erro. Se uns são fortes em umas coisas, são fracos em outras: você pode não ter coragem de matar alguém, mas tem coragem de humilhar, pisar, maltratar, bater, falar mal, fazer macumba, trair ou mentir para destruir a vida dos outros. Pode não ter coragem de fazer um assalto, mas tem coragem de usar de desonestidade, roubar no troco, vender coisas de procedência duvidosa, usar pesos e medidas falsos, comer coisas no mercado sem pagar ou pegar dinheiro emprestado e não pagar dando uma de esquecido. Todos os erros (pecados) são iguais diante de Deus. “A revolta contra o Eterno é tão grave como a feitiçaria, e o orgulho é pecado como é pecado a idolatria.” (I SAMUEL 15 v. 23)
Quando acontece um crime que mexe com a população, todos começam a julgar, odiar e condenar antes mesmo de saber se a pessoa é realmente culpada. E não percebem o mal que estão causando a si mesmas. 
O inimigo é astuto: ele cria situações aproveitando o erro dos outros para fazer com que as pessoas pequem, pois quando você julga, odeia e condena o outro você está pecando. O ser humano não sabe a força que satanás tem de controlar a mente humana. As pessoas ficam com ódio de um criminoso e não percebem que é isso que satanás quer, porque o ódio só trará coisas ruins para dentro do coração. E onde há ódio, satanás está no comando. Por isso tenham misericórdia dos outros e não dêem oportunidade para satanás dirigir suas naturezas humanas. Assim como ele usa a natureza humana para julgar, odiar, condenar, falar mal, discriminar, ficar com raiva, fazer fofoca... ele induz a pessoa a matar, roubar, estuprar... 
O criminoso quando comete um crime, ele desobedece a Lei de Deus e você quando julga, condena, odeia, fala mal dos outros também está desobedecendo a Lei de Deus. Assim como o criminoso é culpado você também é. Por isso irmão, você deve ter misericórdia de seus irmãos quando caírem nas armações do inimigo para que Deus tenha de você também. Por mais grave que seja o crime de alguém não julgue, não dê oportunidade ao diabo de te acusar diante de Deus. Peça ao Espírito Santo o dom de amar para que satanás não te use para fazer mal aos outros e a si mesmo.
Lembrem-se do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo: todos o condenaram, mas Ele era inocente e o Filho de Deus. Por isso cuidado com seus julgamentos.
Não é somente os Dez Mandamentos que devemos respeitar e sim todos os ensinamentos de Deus. Ele ensinou a não falar da vida alheia, a não ser orgulhoso, não julgar, não fazer fofoca, não mentir... Mas se você não obedece, você peca da mesma forma do que aquele que adultera, rouba ou mata.   
Não existe pecado grande ou pequeno: tudo que você faz que prejudique seu irmão é pecado. Por isso não devemos julgar os outros, pois também fazemos coisas que desagradam a Deus. Esteja sempre vigilante para que no dia do julgamento de Deus, você não seja condenado, assim como você condena os outros. “Não julguem os outros, e Deus não julgará vocês. Não condenem os outros, e Deus não condenará vocês. Perdoem os outros, e Deus perdoará vocês. Dêem aos outros, e Deus dará a vocês. E assim vocês receberão muito, muito mesmo. Tudo o que puderem carregar Ele vai pôr nas mãos de vocês. A mesma medida que usarem para os outros, Deus usará para medir vocês.” (LUCAS 6 v. 37-38)
Aqueles que realmente servem ao Deus Altíssimo, não julgam seus irmãos, pois conhecem os ensinamentos do Pai e sabem que irmãos não são somente aqueles que são filhos do mesmo pai, ou aqueles que freqüentam a mesma igreja. Todos nós, independente da cor, religião ou condições financeiras, fomos criados por um único Deus, por isso filhos de um mesmo Pai, o Deus Todo-Poderoso. 
“Mas eu não posso ser irmão daquele bandido, daquela prostituta, muito menos daqueles homossexuais.” Quem é você para apontar qualidades e defeitos de alguém? Cada pessoa sofre com as conseqüências de seus atos: você acha que um bandido dorme tranqüilamente? E quando é pego pela polícia é tratado com carinho e atenção? Você acha que as prostitutas e os homossexuais não sofrem com o preconceito da sociedade? Já parou para pensar como vivem essas pessoas? Você acha que um ser humano vai se prostituir por prazer? Não meus irmãos! Por isso peça a Deus que tenha misericórdia deles assim como Ele tem de você. Lembre-se de quantos erros você cometeu quando não conhecia os ensinamentos de Deus e que ainda comete.
Pare para pensar: será que você realmente conhece os ensinamentos de Deus? Então por que é que você julga e discrimina o teu irmão (teu próximo)? Do mesmo jeito que satanás age levando você a cometer esses erros, imagine como ele age na mente daqueles que não têm os ensinamentos do nosso amado e querido Pai, o Deus Todo-Poderoso.
Não seja orgulhoso, aprenda com o nosso amado Senhor e Salvador Jesus Cristo a ser misericordioso. Lembre-se que você é um pecador e que Deus tem misericórdia de você, por isso não aponte os defeitos dos outros, corrija os seus e cuide da sua vida. Você estará diante do Grande Juiz, quando se for desta terra. E Ele só terá misericórdia de você, se você tiver dos outros. 
Para ser aceito por Deus é preciso ter um coração limpo, crer Nele e principalmente, se arrepender de seus erros. Deus perdoará qualquer bandido, prostituta, homossexual e você, se houver arrependimento, seja qual for o pecado. 
Jesus pregava a união e o amor. Por isso não pregue a desigualdade e o ódio, através da discriminação! Se vocês realmente entendessem o que Jesus disse e se baseassem em todos os outros ensinamentos Dele, veriam que só quem nunca cometeu pecado, teria o direito de acusar e condenar alguém. Leia esta mensagem, reflita no que foi dito e pare de julgar e condenar os outros.
“Um fariseu convidou Jesus para jantar. Jesus foi a casa dele e sentou-se para comer. Naquela cidade havia certa mulher de má fama. Ela ouviu dizer que Jesus estava jantando na casa do fariseu. Então pegou o frasco feito de alabastro, cheio de perfume, e ficou por trás de Jesus, bem perto chorando e molhando os pés Dele com as suas lágrimas. Depois enxugou com os seus próprios cabelos. Ela beijava os pés de Jesus e derramava o perfume neles. Quando o fariseu viu isso, pensou assim: ‘Se este homem fosse de fato profeta, saberia quem é esta mulher que está tocando nele e a vida de pecado que ela leva.’
Jesus então disse ao fariseu:        
- Simão, tenho uma coisa para dizer a você.
- Fale, Mestre – respondeu Simão.
Jesus disse:
- Dois homens deviam dinheiro a um homem que costumava emprestar. Um deles devia quinhentas moedas de prata, e o outro, cinqüenta, mas nenhum dos dois podia pagar ao que havia emprestado. Então ele perdoou as dívidas dos dois. Qual deles vai estimá-lo mais? 
- Eu acho que é aquele que devia mais – respondeu Simão.
- Você está certo – disse Jesus.
Então virou-se para a mulher e disse a Simão:
- Você está vendo esta mulher? Quando entrei, você não Me ofereceu água para lavar os pés, porém ela os lavou com as suas lágrimas e os enxugou com os seus cabelos. Você não Me beijou quando cheguei; ela, porém, não pára de beijar os Meus pés desde que entrei. Você não arranjou azeite para Minha cabeça, porém ela derramou perfume nos Meus pés. Afirmo a você, então, que o grande amor que ela mostrou prova que seus muitos pecados já foram perdoados. Mas a pessoa a quem se perdoa pouco mostra pouco amor. 
Então Jesus disse a mulher:
- Os seus pecados foram perdoados.” (LUCAS 7 v. 36-48)         
Não existe nenhum justo nesse mundo, ninguém que obedeça a Deus, por isso pare de julgar os outros!
Ninguém gosta de ser julgado nem discriminado, ainda mais por pessoas que se dizem servas de Deus e dão mau exemplo: não agem corretamente e ainda querem condenar os outros. Do jeito que muitos crentes fazem, as pessoas que ainda não conhecem a Palavra de Deus, ficam com ódio de vocês e de Deus. Vocês não podem se julgar melhores do que os outros! Vocês devemser educados com as pessoas, ensiná-las com amor e respeito e não apontar e dizer que fulano vai para o inferno por causa disso ou daquilo. Isso é atitude de quem não tem educação, nem sabedoria divina. Lembre-se que Deus se alegra quando as pessoas se arrependem e procuram viver corretamente.   
Irmãos, é preciso ter sabedoria divina para entender as mensagens e seus significados. Seja uma pessoa correta e tenha atitude de um verdadeiro filho de Deus! Além de agradar o coração do nosso Pai, você servirá de exemplo para que outros busquem esse Deus maravilhoso a quem você serve com dedicação e respeito. “Tenham no coração de vocês respeito por Cristo e o tratem como Senhor. Estejam sempre prontos para responder a qualquer pessoa que pedir que expliquem a esperança que vocês têm. Porém façam isso com educação e respeito. Tenham sempre a consciência limpa. Assim, quando vocês forem insultados, os que falarem mal da boa conduta de vocês como seguidores de Cristo ficarão envergonhados.” (I PEDRO 3 v. 15-16)
Lembre-se: o que você repara nos outros, os outros vão reparar em você. Com a mesma espada que tu feres, serás ferido. Não julguem nem condenem ninguém, pois enquanto você está dando uma de juiz, o Grande e Verdadeiro Juiz está te observando!
Que Deus o abençoe!

Nenhum comentário:

Postar um comentário